Você sabia que sabotadores internos, podem estar travando você, de aprender a dirigir seu carro?

A perda indesejada

Muitas vezes, apesar de querer muito algo, nós não entramos em ação pelo medo de perder outra coisa que consideramos importante ou por vislumbrar que teremos que fazer algo indesejado. Pense, você tem motivos para se manter onde está? Considera que dirigir e se locomover com facilidade, vai te tirar algo? A atenção das pessoas? O cuidado dispensado a você devido a um medo terrível? Talvez porque pode ser a maneira que você encontrou para se sentir mais amada e conseguir atenção?

Se você se identificou, fique atenta, pois, seu medo está muito mais relacionado a perder amor e atenção, do que a dirigir.

O ganho indesejado

Pode ser o medo de algo que você não tem vontade de fazer, e não o de dirigir. E isso acabou se tornando a desculpa perfeita para não ter que assumir para as pessoas que na verdade, você não se sentiria bem fazendo.

Cuidado, você acaba se sabotando, mantendo um problema, para justificar o outro, tome consciência que a maior prejudicada é você mesma. Pense bem, se não é preferível assumir suas escolhas e escrever os capítulos da sua história, do que se escravizar em troca de aplausos externos.

Defina hoje o que você quer ou não, na sua vida, tome as rédeas dela, não sabote a sua felicidade. Saiba se colocar no mundo!

“Abra mão da necessidade de ser perfeita, para que a oportunidade seja autêntica. Seja quem você é. Ame quem você é. Os outros farão o mesmo”.  – Livro The miracle morning

Jamais cultive pensamentos, negativo sobre você em nenhuma circunstância e jamais se compare aos outros, muito menos se diminua. Ninguém é perfeito, alguns até podem realizar certas tarefas de maneira que beire a perfeição aos olhos dos outros, mas em outras, acabam sendo precários. Todos nós estamos nessa vida em uma jornada de autoconhecimento, superação e aperfeiçoamento, portanto, cuide de você com o amor que você merece, quando nos amamos de verdade, não aceitamos qualquer coisa, apenas aquilo que pode ser o melhor para nós mesmas. Compreenda que ninguém vai viver a sua vida do seu jeito e ninguém vai dirigir por você.

Jamais se rotule

Muitas vezes tratamos uma emoção ou um sentimento como se fosse a nossa identidade, você não é a coragem, nem tão pouco o medo. Medo ou Coragem são apenas sentimentos e sensações, eles não definem quem somos. Ninguém é totalmente medroso ou corajoso, sentimos medo ou coragem de acordo, com nossas programações mentais, ter medo de dirigir é só um medo. Não se rotule com algo negativo, mude esses sentimentos, e de valor para o seu potencial. Lembre-se agora em detalhes de um momento que se sentiu com muita coragem e permita-se sentir esse poder. Todos os dias por um minuto que seja se dê um tempo, recorde um momento em que você foi incrível, e permita-se sentir as sensações desses momentos. Assim quando precisar enfrentar alguma situação em que se sinta desconfortável, poderá acessar mais facilmente na sua memória, o registro de que você pode escolher se sentir forte e no controle de qualquer situação!